quinta-feira, 28 de agosto de 2008

A PATERNIDADE QUE GERA CURA - PARTE I

A PATERNIDADE QUE GERA CURA

Missionário Sérgio Luis

Há algum tempo atrás, Deus, o meu Pai Eterno, começou a ministrar em meu coração sobre sua paternidade na vida de seus filhos, sempre trazendo como exemplo o seu relacionamento com o FILHO MAIS VELHO, Jesus Cristo. Esta comunhão entre o Pai e o Filho trouxe muita revelação acerca deste assunto. Entendi que há uma carência de informação a este respeito no Corpo de Cristo. Há muitos filhos "orfãos de pais vivos" em nosso meio. Pessoas que não conseguem ter um bom relacionamento com o Pai Celestial por falta de relacionamento com seu pai terreno, ou mesmo, relacionamentos feridos que nunca foram tratados. O Pai Celestial nos chamou a atenção acerca da necessidade de ministrar a este respeito. Em obediência ao Pai Celestial, buscamos nEle uma palavra que pudessemos ministrar ao Corpo de Cristo por onde Ele nos enviasse. Vou compartilhar comm os amados neste primeiro artigo um esboço daquilo que o Pai começou a ministrar em meu coração. É impressionate como as pessoas se quebrantam quando ministramos sobre a paternidade de Deus. Muitos têm restaurado o relacionamento com seus pais terrenos, ou pelo menos têm se esforçado para que isto aconteça. Tem sido um tempo de muita cura no Corpo de Cristo, amados! Deleite-se nos braços do Pai!!!!!!!!! Veja-se como um FILHO DE DEUS AUTÊNTICO no meio desta geração perversa e corrompida. Não seja orfão de PAI VIVO. Mergulhe nos Rios de Deus. Há muita unção nesta palavra! RECEBAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!

TODO FILHO ABANDONADO POR SEUS PAIS NATURAIS É ACOLHIDO PELO PAI CELESTIAL

IS. 63:16 - Mas tu és nosso Pai, ainda que Abraão não nos conhece, e Israel não nos reconhece; tu, ó SENHOR, és nosso Pai; nosso Redentor desde a antiguidade é o teu nome.
SL. 27:10 - Porque, quando meu pai e minha mãe me desampararem, o SENHOR me recolherá.

DEUS É O NOSSO PAI E NOS ASSUME COMO FILHOS GERANDO CURA

IS. 64:8 - Mas agora, ó SENHOR, tu és nosso Pai; nós o barro e tu o nosso oleiro; e todos nós a obra das tuas mãos.
JR. 3:19 - Mas eu dizia: Como te porei entre os filhos, e te darei a terra desejável, a excelente herança dos exércitos das nações? Mas eu disse: Tu me chamarás meu pai, e de mim não te desviarás.


QUANDO ENTENDEMOS QUE O NOSSO PAI É O MESMO NÃO SOMOS DESLEIAS UNS COM OS OUTROS.

ML. 2:10 - Não temos nós todos um mesmo Pai? Não nos criou um mesmo Deus? Por que agimos aleivosamente cada um contra seu irmão, profanando a aliança de nossos pais?

TODO PAI PRECISA CONHECER SEU FILHO E TODO FILHO PRECISA CONHECER SEU PAI, PARA QUE HAJA UM RELACIONAMENTO SADIO.

MT. 11:27 – Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar.

QUEM FAZ A VONTADE DO PAI CELESTE É RECONHECIDO COMO IRMÃO DE JESUS

MT. 12:50 - Porque, qualquer que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus, este é meu irmão, e irmã e mãe.

NO GETSÊMANI (LUGAR DE PRENSA) REVELAMOS NOSSA INTIMIDADE COM O PAI

LC. 22: 40 – 44 - E quando chegou àquele lugar, disse-lhes: Orai, para que não entreis em tentação. (41) E apartou-se deles cerca de um tiro de pedra; e, pondo-se de joelhos, orava, (42) Dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua. (43) E apareceu-lhe um anjo do céu, que o fortalecia. (44) E, posto em agonia, orava mais intensamente. E o seu suor tornou-se em grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão.

O FILHO TEM QUE ZELAR PELA CASA DO PAI

JO. 2:16 - E disse aos que vendiam pombos: Tirai daqui estes, e não façais da casa de meu Pai casa de venda.

TODO FILHO QUE TRABALHA COM SEU PAI TORNA-SE SEMELHANTE AO PAI

JO. 5:17,18 – (17) E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também. (18) Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não só quebrantava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus.

O FILHO É CHAMADO PARA GLORIFICAR O PAI

MT. 5:16 - Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.

O PAI TEM AUTORIDADE PARA PERDOAR OS PECADOS DO FILHO

MC. 11:25 - E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas.

Este foi um primeiro esboço para que você possa meditar e receber cura de Deus enquanto estiver meditando. Lembre-se: "TODA CURA ADVÉM DA MINISTRAÇÃO DA PALAVRA PURA E GENUÍNA DE DEUS, O NOSSO PAI". Isto não é obra de homens. Transmita a outros que você conhece e que têm problemas com paternidade e dificuldades de relacionamento com Deus Pai. Deus o abençoe rica e abundamente através de suas santas palavras.!

terça-feira, 19 de agosto de 2008

UMA IGREJA DE FÉ FAZ MISSÕES

UMA IGREJA DE FÉ FAZ MISSÕES
Mateus 9:35-38


O Propósito Eterno de Deus é ter uma grande família de muitos filhos semelhantes a Jesus para a Glória de Deus Pai!
Sabedores disso, devemos utilizar as ferramentas que Deus Pai deu à Sua igreja. Uma destas ferramentas se chama, MISSÕES.

O QUE É MISSÃO?
Missão é cumprir uma tarefa designada, uma ordem dada. Nós, a Sua igreja, recebemos uma tarefa, uma ordem, vinda de Deus Pai.
Através de Jesus, Deus Pai nos designou a tarefa de irmos às NAÇÕES e pregarmos o Evangelho a toda criatura.
(Marcos 16:15) - E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.
A obra missionária é o meio pelo qual a igreja pode avançar alcançando às NAÇÕES.
Vamos ver o exemplo de Jesus: (Mateus 9:35-38 )

Neste texto, a bíblia nos mostra Jesus fazendo MISSÕES e nos chamando a atenção para que façamos da mesma forma. Não devemos criar novos modelos baseados na imaginação humana, pois já temos um modelo prontinho - O modelo de Jesus!

1 - PERCORREU TODOS OS LUGARES DA SUA ÉPOCA ENSINANDO, PREGANDO E CURANDO.

(Mateus 9:35) - E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas deles, e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo.

Jesus percorreu todos os lugares da sua época sem exceção. Não houve um lugar sequer que Jesus não tenha ido com o propósito de pregar o Evangelho do Reino. Jesus manifestou os dons de Mestre, Evangelista e Milagres.

2 – VIU AS MULTIDÕES E COMPADECEU-SE DELAS COMO O BOM PASTOR.
(Mateus 9:36) - E, vendo as multidões, teve grande compaixão delas, porque andavam cansadas e desgarradas, como ovelhas que não têm pastor.
Há 16 referências sobre compaixão no Novo Testamento. A maioria delas pronunciadas pelo Bom Pastor que dá a sua vida pelas suas ovelhas.
(João 10:11) - Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas.
(João 10:14) - Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido.

3 – DESPERTOU OS VOCACIONADOS, CHAMANDO-OS À ATENÇÃO PARA A SEARA QUE PRECISA DE OBREIROS.

(Mateus 9:37) - Então, disse aos seus discípulos: A seara é realmente grande, mas poucos os ceifeiros.

Deus tem uma seara imensa, pronta para ser ceifada. Esta seara são homens e mulheres desamparados e desarraigados, que clamam por uma solução em suas vidas. Estão esperando a manifestação dos filhos de Deus, que somos nós. Jesus nos chama a atenção, abrindo os nossos olhos espirituais para enxergarmos as necessidades dos perdidos.

4 – ORDENOU AOS DISCÍPULOS QUE ORASSEM PARA QUE DEUS ENVIASSE TRABALHADORES PARA A SEARA.


(Mateus 9:38)
- Rogai, pois, ao Senhor da seara, que mande ceifeiros para a sua seara.
Existem profissionais de várias áreas que estão na fila de espera para serem contratados e exercerem suas profissões, mas na seara de Deus, existem poucos obreiros a disposição. Fila de espera, nem pensar!

Além de seguir o modelo de Jesus, a igreja precisa agir como os irmãos da igreja primitiva,que:

1 –ENVIAVAM MISSIONÁRIOS NA DIREÇÃO DO ESPÍRITO SANTO.

Atos 13:1-4 - 1E na igreja que estava em Antioquia havia alguns profetas e doutores, a saber: Barnabé e Simeão chamado Níger, e Lúcio, cireneu, e Manaém, que fora criado com Herodes o tetrarca, e Saulo. 2E, servindo eles ao Senhor, e jejuando, disse o Espírito Santo: Apartai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado. 3Então, jejuando e orando, e pondo sobre eles as mãos, os despediram. 4E assim estes, enviados pelo Espírito Santo, desceram a Selêucia e dali navegaram para Chipre.

Somos alertados a, como igreja, enviarmos missionários direcionados pelo Espírito Santo. É preciso jejuar, orar e investi-los de autoridade com imposição de mãos. A igreja precisa respaldar estes missionários através da intercessão e do compromisso com Deus. A igreja precisa discernir a sua responsabilidade no envio de missionários para o campo. Homens e mulheres que foram enviados sem uma direção do Espírito frustraram-se e voltaram totalmente desanimados e desestruturados. Suas famílias sofrem o dano da falta de sabedoria e revelação daqueles que os enviaram.

2 – ENTENDIAM QUE OS OBREIROS SÃO DIGNOS DO SEU SALÁRIO.
Gl. 6:6 - E o que é instruído na palavra reparta de todos os seus bens com aquele que o instrui.

Paulo nos chama a atenção para supri-los, fazendo-os participantes de todas as coisas boas. Devemos ofertar e compartilhar com os missionários, obreiros e pastores que têm nos intruído na Palavra de Deus. Deus está chacoalhando-nos, como Sua igreja, nestes dias, para honrarmos os obreiros, missionários e pastores que Ele tem nos enviado. Desperta igreja do Senhor Jesus!

Missionário Sérgio Luis