domingo, 14 de junho de 2009

OITO QUALIDADES DE CARÁTER DOS DISCÍPULOS


1) A HUMILDADE: “Bem-aventurados os pobres de espírito...” Mateus 5.3

Esta é a primeira qualidade de caráter que Jesus ensina. Os pobres de espírito são aqueles que são conscientes de que não têm nada e de que nada são. A humildade de coração é a pedra fundamental da construção e formação do caráter. Tudo se inicia ali. Todo o pecado começa com orgulho, o de Lúcifer, e o de Adão e Eva, e isso trouxe como conseqüência a rebelião contra Deus. Eles quiseram ser como Deus.
A humildade é a primeira qualidade inerente a nossa condição humana. Quem somos? Pó da terra, nada, tudo o que temos e somos é uma dádiva, uma graça de Deus. Não há nada em nós por nossa própria virtude. A humildade é a qualidade mais lógica, mais natural, mais inerente e própria da natureza humana.
O orgulho, a soberba, a vaidade, a arrogância, a auto-suficiência é necessidade, e sem embargo é a característica mais sobressalente dos homens.
Como se comporta o orgulhoso?
O orgulhoso despreza seu próximo, o critica, se afasta dele. Discute, peleja, é sábio em sua própria opinião, não gosta de pedir perdão, sempre crê que tem a razão, não sabe perder, é muito difícil a convivência com ele. O problema básico de nosso caráter e conduta começam ali.
O orgulhoso fala muito e escuta pouco, é duro, inflexível, monopoliza a conversa, exagera, mente, esconde seus defeitos, cai na hipocrisia.
Todos os filhos de Adão são orgulhosos, essa é nossa natureza depois da queda. Mas, o orgulhoso pode humilhar-se. E a primeira condição para humilhar-se é reconhecer aquilo que sou.
Jesus disse: “aquele que se humilhar, será exaltado”. O orgulhoso pode humilhar-se e ser transformado a imagem de Jesus.

Como podemos nos exercitar na humildade?


2) O QUEBRANTAMENTO: “Bem-aventurados os que choram...” Mateus 5.4.

Não são os que choram por raiva ou por auto-compaixão, mas sim, por um legítimo quebrantamento diante de Deus (Isaías 57.15).
Deus promete que os que choram serão consolados.

Em que situações e por quais motivos é legítimo chorar ?


3) A MANSIDÃO: “Bem-aventurados os mansos...” Mateus 5.5

A terceira qualidade é a mansidão. Jesus disse: “aprendei de mim que sou manso e humilde de coração” (Mateus 11.29). Ser manso é o contrário de ser rebelde. Os mansos obedecem com boa disposição, com paz e alegria; são submissos, pacientes, têm domínio próprio.
A rebeldia pode ser violenta, com gritos, brigas, discussões, ou pode também ser uma rebeldia amável ou silenciosa, mas, que finalmente, faz sua própria vontade.
Manso é aquele que vive submisso a Deus, à sua palavra, aos seus irmãos, às autoridades.
Os filhos mansos obedecem a seus pais e a esposa se sujeita a seu marido; e todos são submissos uns aos outros.
Aquele que é manso também aceita com paz as adversidades e as provas da vida.

Quais são os mandamentos que nos ajudam a praticar a mansidão?

4) A JUSTIÇA: “Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça...” Mateus 5.6

Muitas vezes esta bem-aventurança é mal interpretada. Não se refere àqueles que exigem que outros façam justiça para com eles, senão àqueles que o que mais desejam na vida é serem eles mesmos justos e santos diante de Deus e para com os demais. Aquele que tem sede está desesperado por água, o que tem fome, o que mais deseja é comer.
Bem-aventurados aqueles que o que mais desejam na vida é serem justos, é descer, ser como Jesus.
Também anelam “novos céus e nova terra, nos quais mora a justiça” (II Pe.3.13)

A justiça das nações do ocidente está baseada no Direito Romano. Em troca, a justiça de Deus é muito superior. Algo pode ser legalmente justo, mas moralmente injusto. Por exemplo: É justo que alguém tenha em seu patrimônio 100 casas, ainda que sejam legalmente adquiridas, mesmo que ao seu derredor haja famílias que não têm nem sequer uma casa para viver? Para as leis humanas pode ser justo, mas segundo a justiça de Deus, não é. É justo que alguém que pague a seus obreiros salários que nem sequer dá para alimentar os seus familiares, mesmo que ele ganhe cifras excessivamente superiores ao que gasta em luxos e desperdícios sem medida?
A verdadeira justiça é a de Deus, a qual está inseparavelmente ligada ao amor e a misericórdia. Ver: Mateus 5.20; 6.1-4; 6.33; II Co. 8.14-15; 9: 9-10.

Assinale no sermão do monte alguns mandamentos que têm a ver com a justiça:


5) A MISERICÓRDIA: “Bem-aventurados os misericordiosos” Mateus 5.7

A palavra “misericórdia” está formada por duas palavras do latim; uma é a palavra “miseria”, e a outra é a palavra “cardia”, que quer dizer coração. Significa ter o coração aberto para aquele que está na miséria, para aquele que está mal, para aquele que está sofrendo ou tem alguma necessidade.
Misericórdia significa tratar os outros como Deus nos trata.
O misericordioso tem uma atitude positiva para com todos, é amável, bom, perdoa, ama, serve, sorri; e não deixa de fazer com as pessoas que não lhe correspondam do mesmo modo.
Mas, o aspecto mais específico é sua generosidade e seu serviço desinteressado para com o carente ou com o que sofre como o exemplo do bom samaritano.

Quais são os mandamentos no sermão do monte que nos ajudam a praticar a misericórdia?

6) A PUREZA DE CORAÇÃO: “Bem-aventurados os de limpos de coração...” Mateus 5.8

Na realidade, todas estas são qualidades do coração, os humildes de coração, os mansos de coração, os que têm sede de justiça, os misericordiosos e os de coração limpo.
O que é ter um coração limpo? Nós pecadores, com um coração enganoso e perverso, como podemos ter um coração limpo? Só através de Jesus, ele é o único que pode trocar nosso coração. Devemos desejar tirar de nosso coração todo fingimento, hipocrisia, engano e mentira. Se nosso coração é impuro e está sujo, pode ser limpo. A condição é andar na luz, viver com sinceridade, em transparência; confessar nossos pecados, não ocultar nada. E nessa condição de transparência, sinceridade e arrependimento, o sangue de Jesus Cristo nos limpa de todo pecado. (I João 1.7-9)
Coração limpo também significa ter desejos puros. Recordemos que aquele que olha uma mulher desejando-a, já adulterou em seu coração. Significa rejeitar no coração todo desejo impuro. Ter intenções corretas, motivações santas em tudo o que fazemos. Os tais verão a Deus.

Quais são no sermão do monte as passagens que têm relação com um coração limpo?

7) A PAZ: “Bem-aventurados os pacificadores...” Mateus 5.9

Temos que ser homens e mulheres de paz. É difícil pelejar com um pacificador. Alguém lhe ofende, e ele perdoa e ama. Alguém o ataca e ele não revida. Alguém lhe fala irado, e ele responde com tranqüilidade, não entra na luta da discussão. Alguém o agride, e ele o desarma. O pacificador perdoa, cede, prefere perder, devolve o bem pelo mal.
Quem de nós é assim? Eu conheço somente um, se chama Jesus.

Pacificador também significa que é um instrumento de paz entre os homens, é um ponto de reconciliação entre aqueles que estão inimizados.
Ele não vai falando fofocas de um lado pro outro, falando mal de um irmão pro outro, ao contrário, busca a paz e a unidade entre os irmãos. Os tais serão chamados filhos de Deus.

Quais são os mandamentos que nos ajudarão a corrigirmos esta falha de caráter?

8) A ALEGRIA AO SER PERSEGUIDO E CALUNIADO POR CAUSA DE CRISTO:
“Bem-aventurados os que sofrem perseguição... Alegrar e ser feliz...” Mateus 5.10-12.


Finalmente, a última qualidade de caráter que Jesus ensina é a de ter alegria apesar de: padecer sofrimentos injustos, perseguições, vitupérios (insulto, injúria) e calúnias por causa de Jesus. Nossa alegria não está condicionada pelas circunstâncias favoráveis nem prejudicada pelas circunstâncias desfavoráveis; nossa alegria não depende do que ocorre ao nosso derredor, senão daquilo que ocorre em nosso interior.

Traduzido do original espanhol, “Ocho cualidades de carácter de los discípulos”, para o português, por:
Missionário Sérgio Luis da Silva

sexta-feira, 5 de junho de 2009

LIBERANDO OS PROFETAS DA NAÇÃO

LIBERANDO OS PROFETAS DA NAÇÃO

Pr. Anselmo Barros e Missionário Sérgio Luis (numa madrugada dessas...)

Marcos 8: 22-26
22 Então, chegaram a Betsaida; e lhe trouxeram um cego, rogando-lhe que o tocasse. 23 Jesus, tomando o cego pela mão, levou-o para fora da aldeia e, aplicando-lhe saliva aos olhos e impondo-lhe as mãos, perguntou-lhe: Vês alguma coisa? 24 Este, recobrando a vista, respondeu: Vejo os homens, porque como árvores os vejo, andando. 25 Então, novamente lhe pôs as mãos nos olhos, e ele, passando a ver claramente, ficou restabelecido; e tudo distinguia de modo perfeito. 26 E mandou-o Jesus embora para casa, recomendando-lhe: Não entres na aldeia.

Jesus queria liberar o novo e tirar a igreja da cegueira, mas teve que sair da atmosfera da cidade, pois naquele lugar não havia arrependimento. Arrependimento gera remissão!
Temos vivido um tempo em que a igreja tem caminhado cegamente, sem entendimento do evangelho do reino. Uma igreja tendenciosa a adorar a Deus somente por causa de Suas promessas e não por Sua essência. Jesus quer tirar a sua igreja da cegueira em que a mesma tem andado, trazendo-a para ver o novo de Deus. No meio desta igreja incrédula, existem muitos Acãs. Muitos que estão escondendo os despojos que não devem ser escondidos. É tempo de revelá-los. É tempo de detectá-los.

SABE COMO DETECTAMOS QUE HÁ UM ACÃ POR PERTO?
Quando povo inocente morre!

Josué 7:1-5
1 Deus havia ordenado ao povo de Israel que ninguém guardasse nada do que era para ser destruído, mas a ordem foi desobedecida. Acã escondeu algumas coisas, e por isso o SENHOR ficou muito irado com os israelitas. Acã era filho de Carmi, descendente de Zabdi e descendente de Zera, da tribo de Judá. 2 Josué enviou alguns homens da cidade de Jericó até Ai, cidade que fica a leste de Betel, perto de Bete-Avén. Ele mandou que fossem ver a terra. Eles foram e examinaram bem a cidade. 3 Então voltaram e deram a Josué o seguinte relatório: — Não é preciso que todo mundo vá. Mande só dois ou três mil homens atacarem Ai porque existe pouca gente lá. 4 Assim foram mais ou menos três mil. Porém os homens de Ai fizeram os israelitas recuarem 5 e mataram uns trinta e seis. E eles perseguiram os israelitas desde o portão da cidade até as pedreiras, matando-os na descida. Então o povo ficou completamente desanimado e perdeu toda a coragem.

O Espírito de Acã leva o povo de Deus pra fortaleza geradora de medo no meio da congregação, por causa das frustrações. O coração do povo se derreteu e se tornou como água. O povo ficou completamente desanimado e sem esperanças. O povo perde o discernimento e a visão espiritual da batalha.

QUAL DEVE SER A POSIÇÃO DO SACERDOTE?

Josué 7:6
Em sinal de tristeza, Josué rasgou a sua roupa e se jogou no chão, com o rosto em terra, na frente da arca da aliança de Deus, o SENHOR. Os líderes de Israel fizeram a mesma coisa e ficaram ali com Josué até de tarde. E fizeram como ele: também jogaram terra na cabeça para mostrar que estavam tristes.

Quando o sacerdote se posiciona em atitude de quebrantamento e arrependimento, se prostrando diante do Senhor, ele conduz outros líderes a agirem da mesma forma. Os líderes seguem o sacerdote porque confiam nele. Isso é aliança! A aliança nos guarda de tomar decisões erradas e nos conduz para a cobertura espiritual do sacerdote.

Josué 7:10
O SENHOR Deus respondeu a Josué: — Levante-se! Por que é que você está aí desse jeito, com a cara no chão?

Deus requer atitude dos sacerdotes. Os sacerdotes precisam se posicionar para que os que estão debaixo de sua cobertura também se posicionem. Esta é a direção e ordenação correta das coisas

A ARMA DE DEFESA CONTRA ESTA FORTALEZA É O SALMO 73

Salmos 73:1
Na verdade, Deus é bom para o povo de Israel, ele é bom para aqueles que têm um coração puro.

O Salmo 73 mostra o coração do povo que estava contaminado pela inveja e soberba. O povo precisava purificar o seu coração para ser alcançado pela bondade do Senhor e ser livre de toda contaminação destas obras malignas.


ATÉ QUE ENTREI NO SANTUÁRIO!

A situação mudou no Salmo 73 na atitude que o salmista teve no versículo 17.

Salmos 73:17
“...até que entrei no santuário de Deus e atinei com o fim deles.”

Esse é o lugar do PROFETA! O ataque sofrido por causa do pecado de Acã foi diretamente contra o ministério profético. O profeta foi atacado por causa da desobediência de um integrante da sua equipe profética (Acã). Josué representa o ministério profético que é um ministério de conquista. O profeta foi chamado para conquistar. Josué era um conquistador. Todo profeta precisa ter uma convicção: Salmos 73:26
A minha carne e o meu coração desfalecem; mas Deus é a fortaleza do meu coração, e a minha porção para sempre.

QUEBRA DE PRINCÍPIOS

Acã quebrou os princípios de Deuteronômio 13:16-18 e 20:16-18. Todas as vezes que um princípio é quebrado abre-se uma porta de ataque para o inimigo. É como uma autorização legal para a ação do maligno.

Deuteronômio 13:16-18
16E ajuntarás todo o seu despojo no meio da sua praça; e a cidade e todo o seu despojo queimarás totalmente para o SENHOR teu Deus, e será montão perpétuo, nunca mais se edificará. 17Também não se pegará à tua mão nada do anátema, para que o SENHOR se aparte do ardor da sua ira, e te faça misericórdia, e tenha piedade de ti, e te multiplique, como jurou a teus pais; 18Quando ouvires a voz do SENHOR teu Deus, para guardares todos os seus mandamentos que hoje te ordeno; para fazeres o que for reto aos olhos do SENHOR teu Deus.

Deuteronômio 20:16-18
16Porém, das cidades destas nações, que o SENHOR teu Deus te dá em herança, nenhuma coisa que tem fôlego deixarás com vida. 17Antes destruí-las-ás totalmente: aos heteus, e aos amorreus, e aos cananeus, e aos perizeus, e aos heveus, e aos jebuseus, como te ordenou o SENHOR teu Deus. 18Para que não vos ensinem a fazer conforme a todas as suas abominações, que fizeram a seus deuses, e pequeis contra o SENHOR vosso Deus.

Acã, no hebraico, significa: “Criador de Problemas”. Quem vive criando problemas está debaixo dessa influência. O final de Acã foi o Vale de Acor. “Acor” significa: “desgraça”. Mas ele não foi só, com ele foi toda a família e, foram todos apedrejados e queimados. É a lei da semeadura. Tudo o que se planta se colhe. Semeou o saque e foi saqueado.
Recaiu sobre ele,

Josué 1:18
“Todo homem que se rebelar contra as tuas ordens e não obedecer às tuas palavras em tudo quanto lhe ordenares será morto; tão-somente sê forte e corajoso.”

A palavra se cumpriu. O Povo de aliança com o Profético tem a autorização de matar Acã. A palavra profética tem poder para destruir os problemas que o espírito de Acã causa no meio do povo.

Salmos 73:27
“Pois eis que os que se alongam de ti, perecerão; tu tens destruído todos aqueles que se desviam de ti”.

O ministério apostólico/profético sofre muitas resistências, perseguições, calúnias e, até mesmo, descrédito. Mas, não adianta resistir ao ministério apostólico/profético. Ele sempre irá prevalecer, pois esta é a vontade de Deus. O profético somente se move neste decreto:

Salmos 73:25-26
“25 Quem tenho eu no céu senão a ti? e na terra não há quem eu deseje além de ti. 26 A minha carne e o meu coração desfalecem; mas Deus é a fortaleza do meu coração, e a minha porção para sempre”.

Mas, não tem como se mover sem o profético. Deus não faz nada sem antes revelar aos seus servos os “profetas”.

Amós 3:7
Certamente o Senhor DEUS não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas.

Deus protege os seus profetas ainda que sejam perseguidos e odiados por causa do seu chamado.

Salmos 105:15
Não toqueis os meus ungidos, e não maltrateis os meus profetas.

QUEM PERSEGUE OS PROFETAS PERSEGUE A JESUS

João 15:18
Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós, me odiou a mim.

O profeta é chegado do Pai. Acessa o SEGREDO DE DEUS! Aleluia! O profeta precisa entender que toda perseguição é antes direcionada ao Pai. É o Pai que está sendo confrontado antes do profeta.

QUEM CRÊ NO MINISTÉRIO PROFÉTICO PROSPERA

II Crônicas 20:20
E pela manhã cedo se levantaram e saíram ao deserto de Tecoa; e, ao saírem, Jeosafá pôs-se em pé, e disse: Ouvi-me, ó Judá, e vós, moradores de Jerusalém: Crede no SENHOR vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus profetas, e prosperareis;

O profeta confia na sua equipe de profetas e briga por cada um deles. Isso é fantástico! O profeta não deixa sua equipe na mão.

O ESPÍRITO DE JEZABEL ESTÁ POR TRÁS DOS ATAQUES QUE O PROFÉTICO E APOSTÓLICO SOFREM NA NAÇÃO

Jesus foi afetado por isso. Esta é uma guerra constante. Mas, muitas vezes não sabemos lidar com este espírito, que tanto tem trazido danos para a igreja. Este espírito age tanto em mulheres como em homens.

Marcos 6:30-31
30E os apóstolos ajuntaram-se a Jesus, e contaram-lhe tudo, tanto o que tinham feito como o que tinham ensinado. 31E ele disse-lhes: Vinde vós, aqui à parte, a um lugar deserto, e repousai um pouco. Porque havia muitos que iam e vinham, e não tinham tempo para comer.

Qual notícia os discípulos passaram pra Jesus? A morte do profeta.

João Batista, o Profeta/Pastor dele, tinha sido assassinado! O espírito de Jezabel mandou o recado: “Você será o próximo!”. O Profeta Jesus foi confrontado.
Jesus propôs aos discípulos um descanso, uma fuga, a mesma reação de Elias. Ir pro deserto. Isto não foi uma atitude de covardia, mas uma estratégia do Mestre. Tem momentos que é preciso recuar para ouvir o Pai e saber como agir. O Pai estava ensinando algo ao filho. A humanidade de Jesus foi exposta, 100% Deus, mas 100% homem também.
Quando Ele chega ao lugar deserto o que encontra?
Uma grande multidão de ovelhas sem pastor.
- O Senhor falou com Elias... Ei, tem mais 7.000(Multidão).
- O Pai falou ao filho... Ei, tem uma multidão.

A MULTIDÃO (ALMAS) É O ALIMENTO DO PROFETA! ALELUIA!

O profeta tem uma multidão para cuidar. Quando estamos mirando a multidão (perdidos, ovelhas sem pastor), não perdemos o foco e o PROPÓSITO ETERNO!
Então não perca de vista a multidão faminta, sem pai, sem pastor. Eles são o seu alvo PROFETA.


terça-feira, 2 de junho de 2009

VENCENDO AS TEMPESTADES!

VENCENDO AS TEMPESTADES
Pr. Anselmo Barros e Missionário Sérgio Luis

Marcos 4:35-41 – (JESUS) 35 E, naquele dia, sendo já tarde, disse-lhes: Passemos para o outro lado. 36 E eles, deixando a multidão, o levaram consigo, assim como estava, no barco; e havia também com ele outros barquinhos. 37E levantou-se grande temporal de vento, e subiam as ondas por cima do barco, de maneira que já se enchia. 38 E ele estava na popa, dormindo sobre uma almofada, e despertaram-no, dizendo-lhe: Mestre, não se te dá que pereçamos? 39 E ele, despertando, repreendeu o vento, e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E o vento se aquietou, e houve grande bonança. 40 E disse-lhes: Por que sois tão tímidos? Ainda não tendes fé? 41 E sentiram um grande temor, e diziam uns aos outros: Mas quem é este, que até o vento e o mar lhe obedecem?

Atos 27: 1-44 - (PAULO)

1) AS TEMPESTADES PODEM NOS TIRAR DO FOCO;

2) PRECISAMOS LANÇAR POR TERRA A IMPRESSÃO DE QUE JESUS ESTÁ INERTE;

*Marcos 4:38
38 E ele estava na popa, dormindo sobre uma almofada, e despertaram-no, dizendo-lhe: Mestre, não se te dá que pereçamos?

3) NOSSA AGITAÇÃO DURANTE A TEMPESTADE NÃO AJUDA EM NADA, APENAS ATRAPALHA;
a)
Paulo também estava no barco, como prisioneiro, mas não estava inerte.
b) Precisamos entender que a presença DELE, Jesus, se faz presente.E, uma vez presente, precisamos aprender algo. Ele sempre quer nos ensinar. Seja na situação em que estamos vivendo, em casa, no ministério, ou nos relacionamentos.

· Um segredo:
a)
As ondas atingiram quem?
b) Jesus foi atingido? Não.
c) Paulo foi atingido? Não.

*Mc. 4:37 e At. 27:41

· Quem foi atingido?

* As estruturas

1) As estruturas que criamos para atingir o propósito são vulneráveis às tempestades;

2) Jesus e Paulo não precisavam delas, as estruturas, para chegar à praia e pregar o Reino.

3) Jesus não necessita de barco (ESTRUTURA) para andar por sobre as águas.

4) A Fortaleza das Águas destrói facilmente a estrutura de madeira (VULNERÁVEL), mas não pode vencer os pés do Messias nem os Pés dos que anunciam as Boas Novas. (A Fortaleza das Águas bate forte, constantemente, contra as estruturas vulneráveis que são estabelecidas no CORPO DE CRISTO)

5)Toda vez que nos aproximamos de estruturas da Grécia somos atingidos por tempestades. Controle e Manipulação. (Atos 27:13) Há muito controle e manipulação nas estruturas formadas nas congregações. Líderes sentem-se donos dos seus liderados a ponto de interferirem em suas vidas trazendo dano para os relacionamentos familiares e no meio do CORPO DE CRISTO.

- Controle e Manipulação são duas armas infernais que são utilizadas sutilmente pelo inimigo no meio de nossas congregações sem que sejam percebidas. Elas só podem ser discernidas espiritualmente e por aqueles que têm uma ligação direta com o trono da graça de Deus. O ministério profético é um dos instrumentos mais eficientes para detectar e anular a ação destas armas. Mas, o inimigo é ciente de que o ministério profético é desprezado e muitas vezes motivo de zombaria no meio de nossas congregações.

6) Até nossos instrumentos de navegação serão retirados. At. 27:20 (Instrumentos de navegação são fundamentais na condução de navios e barcos, principalmente nas tempestades. Quando tudo parece estar sem direção é preciso fazer uso destes instrumentos, pois sem os mesmos o barco corre sérios riscos de naufragar, colocando assim os tripulantes e passageiros vulneráveis)

7) O medo que vem sobre nós nos faz lançar cordas de segurança como um último nível de controle sobre a situação, mas precisamos cortá-las, ou morreremos. Atos 27:29-30
Necessitamos detectar nossas cordas e cortá-las. Onde houver controle deverá ser cortado. Cordas de segurança podem ser comparadas à manipulação.

8) Nós sempre trazemos um barquinho escondido pra tentar fugir, não enfrentar a situação, abra mão dele também. At. 27: 30. Como somos mestres em fugir de situações que nos confrontam! Não temos coragem para encarar a situação de frente e colocarmos a nossa confiança no CAPITÃO do barco. Sempre pensamos que podemos dar um jeitinho e contornar a situação sem que sejamos confrontados. Lembra da maldição que se chama: “jeitinho brasileiro”? Pensamos que há sempre um jeito para resolvermos a situação sem encaramos à mesma de frente. Muitas vezes mascaramos as situações para parecerem que estão sob controle; que não há necessidade de tocarmos ou mexermos naquilo. Dizemos: “Depois resolvemos isso. Não mexa agora!”

9) O Navio encalhou? Agora é o MOMENTO do Pai agir! O ministério travou? Chegou o momento do PAI agir!!!! At. 27:41 . Precisamos sair da frente e tirar a mão do leme. Só quem pode conduzir o barco é o CAPITÃO. Só ele tem habilidade para acionar e fazer bom uso dos instrumentos de navegação. O controle não é nosso, mas sim d’Ele. Saia da frente, não atrapalhe. Você não é dono do ministério, mas sim um ministro que pode ser tirado a qualquer hora. O dono do ministério é o Senhor, nós somos apenas ministros. O socorro vem do Senhor e não do nosso braço carnal. Salmos 121.

10) Alguns podem se levantar para tentar matar o chamado. Estes são os inimigos do chamado At. 27:42. Os inimigos do chamado estão sempre nos rodeando tentar matar o nosso chamado. Eles dizem: Você não é capaz! Isto não é pra você! Você não está sendo valorizado! O que você está fazendo não tem valor algum. Qualquer um pode fazer isso. Desista!!! Diga não! Romanos 8:31-39.

11) Deus levantará alguém em seu favor! Ninguém toca no chamado! At. 27:43. Deus conhece os nossos limites e sabe até onde podemos suportar as lutas. Ele disse que depois de termos sofrido por um pouco, Ele mesmo há de nos aperfeiçoar, firmar, fortificar e fundamentar. I Pedro 5:10. Há sempre um socorro de Deus para nós. Deus sempre levantará alguém a nosso favor. Nós não estamos sós. Deus tem levantado Pais espirituais para nos pastorearem e nos ajudarem na hora da aflição.

12) Atos 27:23-24 – O que vale sobre a sua vida é o propósito do ETERNO.
Ele não te levará ao propósito da maneira humana, seja andando sobres as águas ou At. 27:44, sobre um pedaço de madeira, VOCÊ VAI SURFAR A ONDA QUE CONDUZ AO CHAMADOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!! Paulo inventou o Surf!!! ALELUIA!

DECLARO SOBRE TUA VIDA A UNÇÃO QUE QUEBRA O JUGO!!!!
VOCÊ É LIVRE PARA FLUIR NAS ONDAS DO PAI!
A FRASE QUE MAIS TENHO ESCUTADO DO PAI É: “VOCÊ ESQUECEU? EU NÃO ESQUECI!”
ELE NÃO ESQUECE!
O CHAMADO ESTÁ NA PALMA DA MÃO DO PAPAI!
QUANDO ELE VAI DEITAR E PÕE A MÃO NA CABEÇA, ELE VÊ NOSSOS NOMES.
VÊ O SEU NOME E AS PROMESSAS LIBERADAS EM SUA VIDA.
PAULO TINHA PLENA CONVICÇÃO QUE ESTARIA DIANTE DE CÉSAR!
ISSO É IDENTIDADE DE LEÃO.
VOCÊ É PREDADOR E NÃO PRESA!
ELE SÓ TINHA NAS MÃOS UMA PALAVRA
ATOS 27:23 - O ANJO DO SENHOR ESTEVE CONTIGO!!!!!!!!!!!!!!!!

quarta-feira, 27 de maio de 2009

REPORTAGEM DO JORNAL NACIONAL SOBRE O TRABALHO SOCIAL DAS IGREJAS EVANGÉLICAS - 26/05/09

Obras sociais de algumas das dezenas de igrejas evangélicas presentes no Brasil apóiam populações que frequentemente são esquecidas pelo poder público. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), enquanto a população brasileira cresceu 15,5% entre os dois últimos censos, o número de evangélicos dobrou. Hoje eles são cerca de 15% dos brasileiros. Como a maioria católica inclui 73% da população brasileira, as obras da Igreja Católica são bem conhecidas. Criada no início do século 20, em Belém, a Assembleia de Deus, uma igreja brasileira, tem hoje 8,4 milhões de fiéis espalhados pelo país. São evangélicos do ramo pentecostal, que acreditam no poder do espírito santo e na música como oração.
“Quando você está fazendo música você sente na pele, fica arrepiado. Quando a gente faz para Deus, quando dá aquele arrepio, é porque Deus recebeu”, diz Gilberto Oliveira, que achava que seria técnico em química e hoje toca no culto e também na Orquestra Municipal do Rio de Janeiro. Ele se descobriu músico nas oficinas da igreja, trabalho mantido com o dízimo.
Para Nelson dos Anjos, pastor da Assembleia de Deus, o que as pessoas costumam ouvir de errado é que a igreja só existe para pegar dinheiro do povo. “Os pastores são tidos como charlatões, pegadores de dinheiro, mas ninguém vê o processo social, os acontecimentos sociais que a igreja promove”, afirma.
A origem das igrejas evangélicas está no distante século 16. Na decisão de homens como o monge Martinho Lutero e o teólogo João Calvino em romper com a Igreja Católica. O primeiro, por não concordar com o pagamento das indulgências, a possibilidade de comprar o perdão divino. O segundo, por querer uma grande reforma na organização e nos ritos católicos, um movimento conhecido como protestantismo, de onde derivam a imensa maioria dos evangélicos de hoje.
“Com Lutero temos uma nova teologia muito calcada na interpretação da Bíblia pelo próprio indivíduo. Você tem que assumir para você que as orientações para a sua vida estão na Bíblia”, diz a socióloga Maria das Dores Machado.
A Bíblia diz que a missão dos cristãos é divulgar a palavra de Deus pelo mundo. Os presbiterianos foram para Dourados, Mato Grosso do Sul, em 1928, para levar o evangelho, com a autorização da Fundação Nacional do Índio (Funai), à maior aldeia do Brasil. A Igreja Presbiteriana tem origem no século 16 e está no Brasil desde 1859. Hoje são 980 mil fiéis.
A Igreja Presbiteriana é conhecida por valorizar os valores éticos e morais. Na Missão Kaiwá, foi construído um hospital só para índios e também uma escola com ênfase evangélica. Em meio à disputa por terras na região, que já dura décadas, o preconceito afastou brancos e índios e dividiu a tribo. Hoje, são dois caciques e nenhum pajé, o líder espiritual. O último morreu há cinco anos. Agora, as doenças são tratadas só no Hospital da Missão.
Na escola indígena, os mais velhos tentam não deixar a cultura morrer e na Escola da Missão, as aulas dos brancos funcionam como reforço, como ferramenta para entender e transitar no mundo dos brancos.
“Ensinar uma criança que está ao seu lado, ou curar a ferida de alguém que está sofrendo no hospital são gestos que não são feitos simplesmente por um profissional, mas por alguém que tem um ideal de servir e alguém que gostaria de, através daquele gesto, expressar o grande amor de Deus” afirma o reverendo da Igreja Presbiteriana, Benjamim Bernardes. O reverendo Benjamim sabe que, para tudo isso dar certo, uma barreira teve que cair. Afinal, são evangélicos americanos de língua inglesa, no Brasil, trabalhando com índios que falam o kaiwá. Um dos maiores desafios dos missionários, portanto, foi tentar entender a língua dos índios para poder falar de igual para igual com eles, mas os religiosos foram além: conseguiram registrar pela primeira vez, por escrito, a gramática da língua, e ainda fizeram uma Bíblia feita para os índios e escrita na língua deles.
“Eu gostei da parte onde diz que Deus não quer que nenhum dos pequeninos se percam. Assim como Ele amou a ovelha perdida, Ele ama a todos igualmente. A missão trouxe uma nova realidade para nós”, diz o índio Natanael Cárceres.

Extraído do site G1.com.br

terça-feira, 26 de maio de 2009

AÇÃO SOCIAL DA IGREJA EVANGÉLICA NO JORNAL NACIONAL

Apartir de amanhã, 26 de maio, o Jornal Nacional da Rede Globo, estará apresentando quatro matérias sobre o trabalho de Ação Social de algumas igrejas evangélicas. Este tipo de reportagem não é comum nos noticiários da Rede Globo, ainda mais em horário nobre. Não sabemos, na verdade, qual a finalidade da emissora ao fazer matérias com este conteúdo relacionadas às igrejas evangélica que, na maioria das vezes, têm sido alvo de ataques desde mesmo veículo de comunicação. De qualquer forma, esforcemo-nos para não permitirmos de nossa parte qualquer tipo de preconceito e discriminação, até porque há em nossa nação várias ações de intercessão para que os veículos de comunicação transmitam notícias com imparcialidade sem preconceitos ou preferências religiosas. Estejamos orando para que estas matérias mostrem a seriedade da igreja evangélica nestas ações de solidariedade. Há com certeza, muitas igrejas que trabalham o social com dignidade e seriedade cumprindo o IDE de Jesus, ativando a compaixão pelos menos favorecidos e necessitados. Este é um alerta para que você como intercessor se coloque na brecha, para que a igreja assuma o seu verdadeiro papel na sociedade atual, que é manifestar a pessoa de Jesus Cristo em toda a sua essência. Vamos cumprir o Propósito Eterno de Deus aqui na Terra!

Missionários Sérgio e Débora

sábado, 23 de maio de 2009

GDOP - GLOBAL DAY OF PRAYER - DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO

DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO - 31 DE MAIO DE 2009

Neste dia a Igreja de Cristo na Terra estará se mobilizando em várias formas de adoração para manifestar a glória de Deus. Clamores de várias Nações e em vários idiomas e dialetos subirão como incenso suave até alcançarem o trono da graça de Deus. Estas orações serão, com certeza, como aroma suave nas narinas do Senhor.

Vários testemunhos de anos anteriores mobilizaram ainda mais igrejas para se envolverem em um dia de oração nas Nações e pelas Nações. Faça parte você também!

Acione os intercessores que você conhece. Acione sua congregação. Acione o Povo de Deus na Terra. Vamos mover o coração do nosso Paizão Celestial com ações de graça, louvor, adoração, danças, compaixão pelos perdidos e colheita.

Não feche sua boca, não encolha seus braços, não endureça seu coração, mas abra seus ouvidos para ouvir o clamor das Nações que estão como ovelhas que não têm pastor.

Missionários Sérgio e Débora - São Luis - MA

COMO MANIFESTAR O REINO DE DEUS ATRAVÉS DO ENSINO

COMO MANIFESTAR O REINO DE DEUS ATRAVÉS DO ENSINO
(MINISTÉRIO DO MESTRE)
Missionário Sérgio Luis
INTRODUÇÃO
Deus capacitou a sua igreja com cinco ministérios principais que são: APÓSTOLOS, PROFETAS, EVANGELISTAS, PASTORES E MESTRES. Se observarmos, poderemos ver ao longo da história manifestações do Reino de Deus através de cada um dos cinco ministérios descritos no texto de Efésios 4:11. Creio que é um tempo da manifestação do Reino através do Ministério do Mestre. Creio estarmos vivendo um tempo de crise neste ministério. O que tem permitido heresias e distorções da palavra de Deus no seio de sua igreja. São novidades e modelos praticados pela igreja que vão contra o ensino bíblico e seu conteúdo original. Estes ensinos ferem os princípios da palavra que são imutáveis. Estes ensinos errados têm levado muitos a apostasia. Existem muitos fracos no meio do corpo fáceis de serem enganados pelo maligno e suas hostes.
Þ I – EFÉSIOS 4: 11, 12
11 E ele mesmo deu uns para APÓSTOLOS, e outros para PROFETAS, e outros para EVANGELISTAS, e outros para PASTORES e MESTRES,
12 Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo;
I CORÍNTIOS 12:28
E a uns pôs Deus na igreja, primeiramente apóstolos, em segundo lugar profetas, em terceiro MESTRES, depois milagres, depois dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas.

Seis princípios para vermos a manifestação deste ministério na igreja:

I - MANEJAR BEM A PALAVRA DA VERDADE
II TIMÓTEO 2:15
Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.

II - É RESPONSABILIDADE DO SACERDOTE ENSINAR
MALAQUIAS 2:6-8
6 A lei da verdade esteve na sua boca, e a iniqüidade não se achou nos seus lábios; andou comigo em paz e em retidão, e da iniqüidade converteu a muitos.
7 Porque os lábios do sacerdote devem guardar o conhecimento, e da sua boca devem os homens buscar a lei porque ele é o mensageiro do SENHOR dos Exércitos.
8 Mas vós vos desviastes do caminho; a muitos fizestes tropeçar na lei; corrompestes a aliança de Levi, diz o SENHOR dos Exércitos.

III - O POVO SE PERDE PORQUE O SACERDOTE NÃO MINISTRA O CONHECIMENTO.
OSÉIAS 4:6
O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos.


IV - ENSINOS DEMONÍACOS TÊM FEITO COM QUE MUITOS ABANDONEM A SUA FÉ.
I TIMÓTEO 4:1-3
1 MAS o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios;
2 Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência;
3 Proibindo o casamento, e ordenando a abstinência dos alimentos que Deus criou para os fiéis, e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças;

V - MUITOS TÊM MERCADEJADO A PALAVRA DE DEUS.
II CORÍNTIOS 2:17
Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus.

VI – A EFICÁCIA DA PALAVRA DE DEUS.
HEBREUS 4:12
Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até a divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.